Depois de 8 horas, CCJ do Senado aprova indicação de André Mendonça ao STF


Foto: Sérgio Lima

O nome do indicado do presidente Jair Bolsonaro (PL) ao STF (Supremo Tribunal Federal), André Mendonça, foi aprovado por 18 a 9 votos na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) do Senado Federal nesta 4ª feira (1º.dez.2021). São 27 integrantes do colegiado. Foram 8 horas de sabatina. A votação agora segue para o Plenário da Casa — onde são necessários ao menos 41 votos favoráveis.

Se aprovado, o ex-advogado-geral da União e ex-ministro da Justiça de Bolsonaro ocupará a vaga de Marco Aurélio Mello, que se aposentou em 12 de julho de 2021, e poderá ficar por 27 anos no STF. O presidente do colegiado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), se recusava a pautar a indicação sem explicar publicamente seus motivos. Ele é o presidente da CCJ que mais segurou uma sabatina ao STF na história.

Poder360