Segurança nos estádios é tema de reunião entre Poder Judiciário e órgãos de segurança pública


O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte sediou na manhã desta terça-feira (11) uma reunião com órgãos de justiça e segurança pública para traçar estratégias e eixos de atuação para coibir a violência nos estádios, principalmente em jogos de futebol. O objetivo é tornar mais segura a experiência dos torcedores no estádio e em seu entorno.

O presidente do TJRN, desembargador João Rebouças, e o juiz Michel Mascarenhas, coordenador do Juizado do Torcedor, participaram da reunião, que contou com representantes do Ministério Público Estadual, da Secretaria Estadual de Segurança Pública, Polícias Civil e Militar e da Defensoria Pública.

Durante a reunião, os presentes trocaram experiências e compartilharam conhecimento sobre a atuação de órgãos de outros estados, além falarem sobre as dificuldades particulares do RN. “A reunião de hoje foi de extrema importância, muito positiva porque todos os órgãos de segurança estavam presentes e nós pudemos deliberar muitas coisas no sentido da prevenção e esclarecer a atuação do Juizado do Torcedor, que por vezes não era bem entendida pelos demais”, comentou o juiz Michel Mascarenhas.

Presença

O papel do Juizado do Torcedor é de disponibilizar a presença de um juiz e de uma estrutura mínima em conjunto com as arenas nos principais eventos, especialmente nos jogos de alto risco, conforme explica o coordenador da unidade. “Também por intermédio do Juizado são chamados os demais órgãos de segurança e sistema de justiça, para que estejamos sempre presentes nesses eventos também para decisões administrativas que fomentem a segurança”, concluiu o juiz Michel Mascarenhas.