Peça “Julgamento do SUS” será apresentada no Congresso Nacional de Saúde em Brasília

Peça “Julgamento do SUS” será apresentada no Congresso Nacional de Saúde em Brasília


Retratando um cenário que põe o Sistema Único de Saúde (SUS) em um julgamento com juiz, promotores e testemunhas de defesa e acusação, a peça de teatro mossoroense Julgamento do SUS, da Secretaria de Saúde, foi escolhida para se apresentar na 16ª Conferência Nacional de Saúde. A Prefeitura está custeando as passagens de ida e volta para 20 agentes de saúde que vão se apresentar no concorrido e principal espaço do evento, a Tenda Paulo Freire: SUS em Cena.

Em 1995 a Prefeitura deu início ao incentivo cultural dos agentes de saúde e endemias possibilitando que os profissionais fizessem e apresentassem peças sobre temas da saúde à população. A primeira foi encenada por 12 agentes sobre combate a cólera ainda em 1995. Atualmente, são 35 agentes de saúde e 10 agentes endemias responsáveis por desenvolver oito peças que levam informações de uma maneira diferente e bem-humorada à comunidade. As peças retratam temas como dengue, zika, chikungunya, vacinação, Infecções Sexualmente Transmissíveis e outros.

O Julgamento do SUS foi criado há três anos, fruto de um livro que o Presidente do Conselho Municipal de Saúde, Gilberto Fernandes, escreveu. Para chegar à CNS, a peça concorreu com quase mil projetos. “Mais ou menos 1.000 trabalhos foram submetidos para apenas 30 serem selecionados. Ficamos surpresos porque o nosso foi enquadrado para a Tenda Paulo Freire, onde apenas 15 trabalhos vão ser apresentados no maior evento de Saúde do país.”, comentou Gilberto. A peça tem 1h20 minutos e vai ser apresentada ao público no dia 30 deste mês no Teatro Municpal Dix-huit Rosado, antes de da comitiva partir para se apresentar em Brasília.

A Conferência Nacional de Saúde vai acontecer de 4 a 7 de agosto, no Centro de Convenções de Brasília, e deve reunir mais de cinco mil pessoas de várias regiões do país para traçar diretrizes para as políticas públicas de saúde no país.

Em nível local, Mossoró foi a única cidade do Estado que realizou o maior número de pré-conferências, dando oportunidade para todos os segmentos representativos da sociedade participarem e opinarem, antes da realização da 8ª Conferência Municipal de Saúde em abril deste ano.

As Conferências de Saúde têm relevância no âmbito do país porque fortalecem o processo democrático de participação da população em defesa do Sistema Único de Saúde.