Centro Especializado de Reabilitação de Mossoró será o primeiro do Rio Grande do Norte

Centro Especializado de Reabilitação de Mossoró será o primeiro do Rio Grande do Norte


Na manhã desta sexta-feira, 25, a prefeita Rosalba Ciarlini, acompanhada da secretária de infraestrutura, Kátia Pinto e da secretária de Saúde, Saudade Azevedo, visitou as obras de construção do Centro Especializado de Reabilitação (CER). O equipamento está sendo construído no bairro Santo Antônio e é o primeiro do estado.

O Centro Especializado de Reabilitação Benômia Rebouças é do tipo 4, onde a população terá acesso ao atendimento especializado em 4 áreas da saúde: auditiva, física, intelectual e visual. O equipamento será referência em todo o Rio Grande do Norte e também para outros estados.

A prefeita Rosalba Ciarlini falou sobre a importância do Centro, que irá atender não só a população de Mossoró, como também de outros estados da região. “É uma obra grande, onde teremos aqui 36 consultórios. É o primeiro dessa região aqui do Nordeste e já estamos vendo com o Ministério da Saúde para que a gente possa ter um suporte para bem atender não só pessoas de outros municípios como de outros estados”, falou a prefeita.

Geração de Empregos e novos investimentos na Infraestrutura

O setor da construção civil é um dos que mais crescem quando a prefeitura investe na Infraestrutura da cidade. Com a aprovação da Câmara Municipal do financiamento através da Caixa Econômica Federal, a prefeitura de Mossoró investirá em todos os setores da infraestrutura.

Os investimentos vão desde contrapartidas em obras de convênios federais, como o Centro de Reabilitação, como também em pavimentação, praças, reestruturação do corredor cultural, obras de saneamento básico, entre outras.

Com o investimento em obras na cidade, o setor da construção civil será impulsionado e possibilitará um retorno econômico significativo para o município com geração de emprego e renda.

“Na obra do Centro de Reabilitação temos 50 trabalhadores diretos na construção civil, fora os indiretos. Na proinfância do Sumaré são mais 40 trabalhadores. Sabemos que o setor da construção civil é muito importante para a economia da cidade. Mesmo diante das dificuldades, estamos retomando obras e iniciando outras, impulsionando o crescimento da construção civil. Isso é mais oportunidade”, falou a prefeita Rosalba Ciarlini.