Presidente da Assembleia Legislativa RN alerta sobre celeridade em obra de açude em Ipanguaçu


As chuvas que têm caído no Rio Grande do Norte nestes primeiros dias de 2022 começam a causar preocupação entre os moradores de Ipanguaçu, região do Vale do Açu. Segundo relatos, a parede do Açude Pataxó corre risco de romper a qualquer momento, o que causaria a inundação de boa parte da cidade. 

Diante disso, o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), espera celeridade do Governo do Estado na busca por uma solução para o problema, assim como que sejam adotadas medidas como forma de prevenir uma tragédia que acabe colocando a vida de potiguares em risco. O deputado faz um apelo a Secretaria Estadual de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) para discutir a situação. 

“É urgente a necessidade de adoção de iniciativas para que algo pior não aconteça. Esta barragem é de grande importância para a região e a precariedade do local já estava sendo apontada há algum tempo pelos seus representantes. Agora é trabalhar para evitar qualquer problema”, alertou Ezequiel Ferreira.

Com a possibilidade do rompimento da barrragem, um grupo de populares está se mobilizando para cobrar do Governo do RN a reforma do Açude Pataxó. Já existe um projeto de recuperação na Semarh, que estaria se arrastando há mais de dois anos.

A barragem pública do Pataxó tem capacidade para 15 milhões de metros cúbicos de água e foi construída pelo DNOCS em 1953. O projeto de recuperação da barragem foi elaborado em 2014.