Operação ‘Dama de Espadas’ resultou em três prisões


A operação foi deflagrada pela Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público de Natal e o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), com apoio da Polícia Militar. Participam da operação 17 Promotores de Justiça e 60 Policiais Militares nas cidades de Natal, Santa Cruz e Areia/PB, para cumprimento de 19 mandados de busca e apreensão expedidos pelo Juízo da 8ª Vara Criminal da Comarca de Natal.

Além da busca e apreensão, foram cumpridos mandados de prisão preventiva contra a procuradora-geral da Assembleia, Rita das Mercês Reinaldo, e Ana Paula Macedo de Moura, que atuava como assessora direta da procuradora-geral da ALRN, e segundo informações do MPRN vinha destruindo documentos.

O investigado José de Pádua Martins de Oliveira, funcionário público e ex-companheiro de Rita das Mercês Reinaldo, foi preso em flagrante por porte de arma de fogo.

Pela manhã os promotores se dedicaram aos cumprimentos dos mandados e na parte da tarde, durante a coletiva de imprensa aberta pelo Procurador-Geral de Justiça Rinaldo Reis Lima, que passou a condução dos esclarecimentos aos jornalistas para a Promotora de Justiça do Patrimônio Público Keiviany Silva de Sena, outros integrantes da investigação colheram depoimentos dos investigados.

Não foi revelado o local de detenção das pessoas investigadas.