Eleitores de Valparaíso, Goiás, vão ás urnas para as eleições municipais 2020.

RN foi o 5° estado com maior percentual de comparecimento nas urnas


Com 100% das urnas apuradas, a Justiça Eleitoral disponibilizou um boletim com informações sobre o comportamento dos eleitores no pleito municipal que aconteceu nesse domingo (15). Os dados revelaram que, dos 26 estados do Brasil, o Rio Grande do Norte foi o quinto com maior percentual de comparecimento às urnas (82,47%).

Devido à pandemia da covid-19 e o consequente risco de contaminação pelo vírus, uma parcela da população ficou receosa de se dirigir até o local de votação. O índice de abstenção ficou em 23,14% no país. O porcentual é o mais alto em eleições municipais desde 1996, quando ficou em 18,3%, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O balanço deste ano mostrou que 76,86% do eleitorado do país compareceu às urnas.

No caso do Rio Grande do Norte, o percentual de comparecimento foi de 82,47%, superior à média nacional. Isso corresponde ao total de 2.018.187 eleitores potiguares que foram às urnas votar. Por outro lado, o número de abstenções foi superior ao da eleição municipal passada: 17,53% em 2020 e 13,56% em 2016.

Este ano, em termos de presença do eleitorado nas urnas, o estado potiguar ficou atrás apenas de Piauí (84,58%), Paraíba (84,21%), Ceará (83,07%) e Tocantins (82,83%).

Veja lista completa com o percentual de comparecimento dos estados: 

1° Piauí (84,58%)
2° Paraíba (84,21%)
3° Ceará (83,07%)
4° Tocantins (82,83%)
5° Rio Grande do Norte (82,47%)
6° Pernambuco (81,47%)
7° Sergipe (81,42%)
8° Maranhão (81,40%)
9° Amazonas (81%)
10° Pará (79,94%)
11° Bahia (79,43%)
12° Roraima (78,79%)
13° Alagoas (78,40%)
14° Amapá (77,91%)
15° Santa Catarina (77,53%)
16° Minas Gerais (76,80%)
17° Paraná (76,77%)
18° Goiás (76,62%)
19° Acre (76,39%)
20° Rio Grande do Sul (76,33%)
21° Espírito Santo (75,98%)
22° Mato Grosso do Sul (74,88%)
23° Mato Grosso (74,56%)
24° São Paulo (72,70%)
25° Rondônia (72,19%)
26° Rio de Janeiro (71,92%)

Fonte: Portal da Tropical/Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil