32974

Procon Natal alerta consumidores para cuidados nas compras das Mães em meio à pandemia


O Procon Natal orienta os consumidores neste período de quarentena contra o avanço do novo coronavírus (Covid-19), quando as compras on-line são a solução para a grande maioria daqueles que estão distantes dos familiares. Para o diretor do órgão municipal, Gleiber Dantas, o ideal é dar prioridade ao comércio local, da própria cidade ou bairro, auxiliando a economia e o serviço do pequeno negócio.

Antes de ir às compras on-line, recomenda, as pessoas devem procurar um delivery próximo. Dantas observa que os pequenos comerciantes estão se reinventando e fazendo entregas por telefone ou vendendo pelas redes sociais. Além disso, fica mais fácil realizar o pagamento ou de resolver algum problema que eventualmente possa ocorrer. “No entanto, é importante que adie a confraternização com família reunida e aqueles abraços aconchegantes. Mas, se não puder adiar a entrega do presente, que seja bastante cuidadoso. O maior presente, hoje, é a proteção”.

Regras continuam– O estado de calamidade pública em vigência não muda as regras das compras online: “Se o consumidor encontrar algum problema ou mesmo se o produto não for exatamente aquilo que esperava, continua a ter o direito de arrependimento, podendo devolver o produto em um prazo de até de sete dias, contados a partir da data de recebimento, e tendo duas opções: trocar por outra mercadoria de sua escolha ou solicitar a restituição do pagamento com a correção do valor atualizada”.

Cuidado nas redes sociais– Mais uma dica do Procon refere-se às compras em redes sociais como Facebook, Whatsapp ou Instagram porque não há muita segurança em transações através desses meios. Gleiber Dantas recomenda que as compras só devem ser realizadas em uma empresa formal, com CNPJ. “Se ocorrer algum problema, tanto no produto, quanto na transação, e se não há documento registrado, fica mais complicado para acionar os órgãos de defesa do consumidor para reivindicar os direitos”.

Sem surpresas– Outro conselho é que as pessoas fiquem atentas para saber o que está comprando. “Estamos em um momento delicado para todos e o melhor presente é a proteção de si e das pessoas queridas. Por isso, esqueça o prazer da surpresa, porque o ideal é saber o tipo de presente que a mãe deseja ganhar e levantar os preços em diferentes sites de compras para encontrar o menor valor. Economizar também deve ser uma das medidas a ser adotada no momento”.

Promoção e golpes– O Procon Natal chama atenção também para golpes e fraudes que podem ser aplicados através de e-mail, telefone ou SMS anunciando promoções e vantagens excessivas. “Fique atento para esses detalhes e não forneça dados pessoais sem ter certeza de que a empresa realmente existe e oferece a segurança devida”.

Dicas para compra segura

– Preferir sites com boa reputação no mercado;

– Desconfiar de ofertas muito abaixo do padrão de mercado;

– Verificar se o endereço eletrônico indicado na barra é o mesmo informado no site;

– Verificar a adoção de sistemas de segurança (cadeado ativo no canto direito da tela) principalmente quando fornecer dados pessoais;

– Desconfiar de formas de pagamento incomuns como depósito em conta de pessoas físicas;

– Conferir se a empresa existe de fato e de direito (CNPJ, endereço e telefone de contato);

–Se comprar através das redes sociais, reforçar os cuidados para não cair em golpe ;

– Entrar imediatamente em contato com os órgãos de defesa do consumidor em caso de dúvida ou se identificar algo suspeito durante a transação.

 

Para registrar reclamação, o Procon Natal fica situado na Avenida Ulisses Cidade, 181, Cidade, funcionando das 8:00 às 14:00 horas, mediante agendamento pelo telefone 3232-9050 e o whatsapp 98870-3865 ou e-mail, procon.natal@natal.rn.gov.br.