Para 57% dos brasileiros, condenação de Lula foi justa


Estudo realizado pelo Paraná Pesquisas mostra que 57% da população acredita que a condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva foi justa. Foram 37,6% os que disseram achar que a condenação do petista foi injusta. Outros 5,4% não souberam ou preferiram não opinar. Eis a íntegra da pesquisa (294 KB).

Lula foi condenado em duas ações penais decorrentes da operação Lava Jato. Em 2017, foi condenado pelo então juiz federal Sergio Moro por conta do processo que investigou o tríplex no Guarujá (SP). Em 2019, foi novamente condenado na 1ª Instância da Justiça Federal pelo caso do sítio de Atibaia. O estudo do Paraná Pesquisas não direciona a pergunta para um ou outro processo contra Lula.

Essa é a 1ª pesquisa de opinião sobre a condenação de Lula publicada após o encerramento da força-tarefa do MPF (Ministério Público Federal) e a quebra de sigilo das mensagens supostamente trocadas entre procuradores e o ex-juiz Sergio Moro.

Eis os recortes com os grupos que registraram os maiores percentuais para cada resposta à pergunta da pesquisa:

quem acredita que a condenação de Lula foi justa:

  • homens (59,5%);
  • pessoas de  35 a 44 anos (59,5%);
  • os que têm ensino superior (63%);
  • moradores do Sul (63,8%).

quem acredita que a condenação de Lula foi injusta:

  • mulheres (38,2%);
  • pessoas de 60 anos ou mais (41,8%);
  • os que estudaram até o ensino fundamental (43,3%);
  • moradores do Nordeste (47,9%).

Os dados da pesquisa foram coletados de 16 a 19 de fevereiro, por meio de ligações para celulares e telefones fixos. Foram consideradas 2264 entrevistas com moradores de 200 municípios brasileiros, nos 26 Estados e no Distrito Federal. A margem de erro é estimada em 2 pontos percentuais e o grau de confiança do estudo é de 95%.

Fonte: Poder360 / Foto: Sérgio Lima.