Obesidade pode ser prevenida com mudanças de hábito na infância
11 de janeiro de 2018

Obesidade pode ser prevenida com mudanças de hábito na infância


A ANS lança recomendações para o tratamento da doença que afeta mais de 50% da população adulta brasileira
O avanço acelerado da obesidade indica que mais de 50% da população adulta brasileira está acima do peso.  Os dados divulgados pela pesquisa Vigitel Brasil 2016 da Saúde Suplementar, têm o objetivo de evidenciar a importância e melhoria da saúde no combate à doença crônica. Com esse alerta, a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) elaborou o ‘Manual de Diretrizes para o Enfrentamento da Obesidade na Saúde Suplementar Brasileira’, disponibilizado em dezembro do ano passado.
 
Para a nutricionista Roseanny Cristina, do Hapvida Saúde, é fundamental a discussão do tema quando levado em consideração a saúde populacional. ”É importante incentivar melhores hábitos saudáveis  e alertar a sociedade dos riscos causados pelas doenças acometidas”. 
 
O aumento da obesidade no país indica o caráter multifatorial da doença como pontua a profissional. ” O sedentarismo, consumo de alimentos industrializados, calóricos, ricos em gordura, sal e açúcar, influenciam nesses casos”.
 
Por outro lado, as ações de prevenção e tratamento da obesidade devem marcar o enfrentamento do excesso de peso desde a infância com intervenção no ambiente de desenvolvimento infantil e medidas alimentares consideráveis. ”A mudança nos hábitos alimentares é realizada através do consumo de frutas e legumes, bem como as atividades recreativas evitando grande tempo em frente às telas virtuais’’, enfatiza a pediatra, Kallydya Pasqually, do Hapvida Saúde.