Morre presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco
03 de julho de 2018

Morre presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco


Terra – O presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), Guilherme Uchoa, 71, morreu na madrugada desta terça-feira, 3, após complicações causadas por um edema agudo de pulmão seguido de parada cardíaca. O deputado, recém-filiado ao PSC, estava internado em um hospital particular na área central do Recife desde domingo quando foi diagnosticado com pneumonia. A informação foi confirmada pelas assessorias de imprensa da unidade de saúde e da Alepe. Na segunda, o hospital chegou a divulgar em boletim para a imprensa a melhora de Uchoa, mas o político não resistiu. A assessoria da Alepe ainda não divulgou informações sobre o velório e seputalmento do parlamentar.

Com a morte do deputado, o governador Paulo Câmara (PSB) cancelou a viagem que faria para Petrolina nesta terça-feira, onde participaria de inaugurações de obras nas áreas de educação, segurança hídrica e segurança pública. Em nota, o PSC lamentou a morte do presidente da Assembleia. “Pernambuco perde uma de suas principais referências na política, que atuou para trazer desenvolvimento para o nosso Estado”, informou o texto.

O presidente estadual da sigla, deputado estadual André Ferreira, disse que recebeu a notícia com surpresa e tristeza. “Mais do que um correligionário no PSC, Guilherme era um grande amigo, que vai deixar saudades. Não se pode contar a história política de Pernambuco nos últimos 20 anos sem a sua participação e essa lacuna será difícil de preencher”, afirmou por meio de nota.

Trajetória
Guilherme Aristóteles Uchoa Cavalcanti Pessoa de Melo nasceu em Timbaúba (PE), era bacharel em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e também formado em História pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Caruaru.