JFRN ganha Prêmio Ajufe de Boas Práticas em duas categorias
04 de maio de 2018

JFRN ganha Prêmio Ajufe de Boas Práticas em duas categorias


A Justiça Federal no Rio Grande do Norte ganhou o Prêmio Ajufe Boas Práticas da Gestão nas categorias magistrados e servidores. Na categoria Magistrados venceu o projeto do Centro de Inteligência, que cria meios administrativos para prevenir demandas repetitivas, bem como de agilizar a sua tramitação processual, através do debate entre os seus componentes e os demais atores do sistema de justiça.

O projeto “Centros de Inteligência como instrumento de solução de conflitos a partir de uma estratégia preventiva” é desenvolvido pelos Juízes Federais Marco Bruno Miranda, José Carlos Dantas, Gisele Leite, Hallison Rêgo e Eduardo Dantas.

Já a categoria Servidores do Prêmio Ajufe foi para o projeto de Residência em Tecnologia da Informação desenvolvida pela Seção Judiciária do Rio Grande do Norte. O projeto é coordenado por Diógenes Alves de Oliveira e David Montalvão Júnior. “Residência em Tecnologia da Informação Aplicada à Área Jurídica: um amplo cenário para pensar inovação”.

Além disso, a JFRN ganhou as duas únicas menções honrosas em ambas as categorias. “A conquista do Prêmio Ajufe de Boas Práticas em duas categorias é o coroamento do trabalho sério e, extremamente, comprometido desenvolvido por magistrados e servidores da JFRN. Trabalhos inovadores e que se refletem na excelência dos serviços prestados”, ressaltou o Diretor do Foro da JFRN, Juiz Federal Marco Bruno Miranda Clementino.