Abertrura-do-Janeiro-Branco-em-Mossoró-678x381
09 de janeiro de 2019

Janeiro Branco tem como objetivo fazer mossoroenses cuidarem da saúde mental


A Secretaria de Saúde da Prefeitura de Mossoró deu início na manhã desta terça-feira (08) das atividades de conscientização da campanha nacional Janeiro Branco, que visa intensificar a importância de um cuidado constante com a saúde mental. O primeiro mês do ano está sendo o pontapé inicial para reafirmar que Secretaria vem trabalhando políticas de saúde mental e emocional na cidade.

As Unidades de Serviços de Saúde do Município vão participar da campanha potencializando ações de cuidados com a mente como a promoção de debates, reflexões, minipalestras, rodas de conversas e caminhadas. A abertura do Janeiro Branco na cidade aconteceu no auditório da Estação das Artes Elizeu Ventania com uma palestra da Doutora em Psicologia Kalyana Fernades, que é servidora da rede municipal de saúde, sobre o que é e quais são os objetivos do mês da Saúde Mental.

A Doutora em Psicologia destacou que é preciso fazer com que as pessoas passem a cuidar da sua saúde mental. “Normalmente quando a gente fala de cuidar da saúde as pessoas só lembram do físico e esquecem do emocional, que é determinante na vida. A cada 40 segundos uma pessoa tira sua vida e a cada 20 uma pessoa tenta suicídio. Ou a gente para e cuida da sua saúde mental ou então nós vamos lotar hospitais com doenças mentais.”, destacou Kalyana, afirmando ainda que a sociedade tem tempo para muitas atividades menos para ela mesma. “A pessoa tem tempo pra tudo menos pra ela mesma. Quantas vezes a gente para pra se ouvir e se olhar lá dentro?”, finalizou.

A gerente executiva de Saúde, Joaniza Vale, pontuou que a Secretaria de Saúde vem desenvolvendo ações de cuidados com a saúde da mente durante todo o ano. “Janeiro é um mês de alusão, mas os cuidados devem acontecer todos os dias. A Secretaria de Saúde incentiva e promove essas práticas de reflexão o ano todo. Eu sou fã da Saúde Mental. Precisamos ter uma atenção especial com ela.”, destacou Joaniza. Ela ainda reforçou o pedido aos gerentes de UBSs para que escutem as pessoas e promovam atividades de saúde mental.

Dora Nogueira é agente de Saúde da UBS Chico Costa, no bairro Santo Antônio, há cinco anos. Segundo ela a participação no evento reforçou a necessidade de ter uma atenção especial pelo usuário dos serviços. “Escutamos muito a comunidade, os idosos, as grávidas. Somos para eles uma fonte de esperança e desabafo. Somos de dentro das casas das pessoas, porque saímos todos os dias para nossas visitas. Essa capacitação nos ensina ainda mais a ouvir e compreender o outro.”, finalizou.