Gestão de projetos CNJ seleciona diretor de pesquisa
25 de setembro de 2018

Gestão de projetos: CNJ seleciona diretor de pesquisa


Está aberta seleção de diretor de projetos do Departamento de Pesquisas Judiciárias (DPJ) do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). O setor produz estudos como o anuário Justiça em Números e a série Justiça Pesquisa. O edital foi publicado nesta segunda-feira (24/9) e a inscrição deve ser feita por e-mail até quinta (27).

O diretor atuará na Secretaria Especial de Programas, Pesquisas e Gestão Estratégica (SEP). A sessão foi criada na última segunda (17/9), como braço da Secretaria-Geral do CNJ. Foi a primeira medida de descentralização tomada pelo ministro Dias Toffoli à frente do órgão. O processo tem suporte da Secretaria de Gestão de Pessoas do CNJ (SGP/CNJ).

A vaga é em regime integral, em cargo em comissão CJ-3. Exige-se nível superior em qualquer área e, no mínimo, dez anos de vínculo com o Poder Judiciário, bem como experiência em gestão de projetos e desenvolvimento de pesquisas. Servidores do próprio conselho também podem participar.

A seleção será composta de análise curricular, estudo de caso e entrevistas — na sede do órgão, sem ajuda de custo. São fases classificatórias e eliminatórias. A partir dos currículos, serão selecionados até 10 candidatos para o estudo de caso e, por fim, até seis para entrevista. O resultado final está previsto para 11 de outubro.

O edital pode ser acessado aqui.

Diretor técnico

Além da vaga para diretor de Projetos, o CNJ também abriu seleção para provimento do cargo de Diretor Técnico do Departamento de Pesquisas Judiciárias. Neste caso, os candidatos devem ter, no mínimo, dois anos de efetivo exercício como servidor do CNJ, nos cargos de analistas ou técnicos do quadro de pessoal do Conselho. O edital pode ser acessado aqui.