Escola Nacional de Magistrados retomará curso de formação inicial por meio de ensino a distância


A Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam) deferiu pedido encaminhado pela Escola da Magistratura Desembargador Manoel de Araújo Silva (Esmarn) para a continuidade, no formato virtual, do 4º Curso de Formação Inicial dos nove magistrados recém-empossados pelo Tribunal de Justiça.

A formação para os novos juízes teve início em 4 de março e foi suspensa no dia 20 daquele mês em função das recomendações de isolamento social provocadas pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

Foram realizados oito componentes curriculares até a suspensão das atividades presenciais da Esmarn. Com a retomada das aulas, nesta sexta-feira (5), serão ofertados outros seis componentes curriculares por meio de ensino a distância: Direitos Humanos, Direitos Fundamentais e Seguridade Social, Demandas Repetitivas e Grandes Litigantes, O Juiz e os Serviços Extrajudiciais, Impacto Social e Econômico das Decisões Judiciais e Ética e Deontologia da Magistratura.

“A equipe da Esmarn está de parabéns por cumprir as exigências para a continuidade da formação inicial dos magistrados. Contamos ainda com o valioso apoio do Copedem, durante a reunião virtual, sinalizando positivamente ao meu pleito de interceder junto à Enfam”, enfatizou o diretor da Esmarn, desembargador Saraiva Sobrinho.