Empreendimentos imobiliários devem manter novo padrão de iluminação pública
21 de agosto de 2018

Empreendimentos imobiliários devem manter novo padrão de iluminação pública


A partir de agora os empreendimentos imobiliários construídos em Mossoró, dos quais se exija a instalação de sistema de iluminação pública, deverão implentementar equipamentos e luminárias do tipo LED. É o que prevê o decreto de nº 5247, publicado no Jornal Oficial de Mossoró, na última sexta-feira (16). A determinação se aplica também a loteamentos e conjuntos habitacionais que sejam instalados a partir de então. “O decreto vai garantir a eficiência energética do sistema de iluminação pública municipal, que já vem sendo todo substituído pela Prefeitura. Uma vez que as lâmpadas de LED proporcionam até 80% de economia”, explica a Prefeita Rosalba Ciarlini.

Além do consumo mais eficaz, as lâmpadas de LED ainda possuem maior durabilidade se comparadas com o modelo de vapor de sódio. Enquanto as tradicionais duram até 5 anos, o modelo LED tem duração mínima de 13 anos. Por todos esses atributos, desde abril a Prefeitura de Mossoró vem realizando a troca. Desde o lançamento do Projeto Cidade Iluminada, já foram substituídas mais de 3 mil lâmpadas e a previsão é de que até 2020 todo o sistema de iluminação pública da cidade esteja operando com esse tipo de luminária. “É importante que os novos empreendimentos se adequem, porque a manutenção do sistema de iluminação pública é realizada pela Prefeitura. E como todo o sistema está sendo substituído por equipamentos LED, o município só vai ter em estoque esse modelo”, pontuou Kátia Pinto, secretária municipal de Infraestrutura, Meio Ambiente, Urbanismo e Serviços Urbanos.

As especificações técnicas serão determinadas pela Secretaria Municipal de Infraestrutura, ainda durante o pedido de licenciamento da obra. Critérios como padrão de instalação; custo de manutenção, eficiência energética e luminosa; tecnologia contemporânea; consumo de energia elétrica e adequação as normas da Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL e Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – INMETRO serão observados.