Editora Abril encerra operação de gráfica em São Paulo


A Editora Abril está encerrando, neste mês, a operação da sua gráfica, localizada na Marginal Tietê, em São Paulo.

Segundo o Sindicato dos Gráficos de São Paulo, em dezembro a empresa havia comunicado a entidade que fecharia sua gráfica em janeiro  (leia aqui)..

Com o fim da operação, todas as revistas da editora serão impressas por fornecedoras terceirizadas.

Em agosto de 2018, o Grupo Abril entrou com processo de recuperação judicial, com o intuito de renegociar dívidas, que somariam R$ 1,6 bilhão, leia aqui. Poucos dias antes, a editora havia comunicado o fim das revistas Boa Forma, Bebe.com.br, Casa Claudia, Casacor, Casa.com.br, Cosmopolitan, Elle, Mundo Estranho, Veja Rio, Arquitetura & Construção e Minha Casa (aqui).

Um plano de recuperação judicial foi aprovado pelos credores do Grupo Abril – ex-funcionários, bancos, prestadores de serviço editorial e demais fornecedores – em agosto de 2019 (aqui). O processo já previa a venda do prédio da sede da Abril – onde fica localizada a gráfica – e de imóveis em Campos do Jordão (que somam 750 mil m²), além do leilão da marca Exame (leia aqui).

Fonte: Clube de Criação