Defesa Civil poderá ser acionada pela população através de aplicativo


Com a previsão de intensificação da ocorrências de chuvas em Mossoró para os meses de março e abril, a Prefeita Rosalba Ciarlini, presidiu nesta sexta-feira (1) a primeira reunião ordinária do Conselho Municipal de Defesa Civil que reúne entidades do poder público e da sociedade civil organizada. O encontro teve o objetivo de planejar as ações que serão tomadas pelo Conselho durante o período chuvoso e para anunciar o aplicativo onde a população poderá acionar a Defesa Civil Municipal.

O doutor em meteorologia e professor da Universidade Federal do Semi-Árido (UFERSA),  Saulo Tasso, apresentou o prognóstico de chuvas para Mossoró em 2019. De acordo com os dados, a previsão é que esse ano o volume pluviométrico seja melhor do que do ano anterior, mas dentro da normalidade. “Em janeiro desse ano registramos 62 milímetros, enquanto no em 2018 tivemos apenas 32 milímetros. A previsão para fevereiro é que tenhamos de 95 a 100 milímetros de chuvas e que isso se intensifique em março e abril”, explanou Tasso, que é responsável técnico pelo setor de meteorologia da universidade.

Os dados do estudo pluviométrico da UFERSA estão sendo utilizados para nortear o planejamento do Conselho Municipal de Defesa Civil que envolve todas a secretarias municipais e também entidades da sociedade civil. Além disso, desde novembro de 2018, a Prefeitura tem realizado limpeza e desobstrução de canais que cortam a cidade com intuito de amenizar os transtornos causados pelas chuvas. Além disso, em janeiro a Defesa Civil realizou um levantamento onde identificou 21 pontos críticos na zona urbana. “Essa reunião tem o objetivo de antecipar e prevenir para não ter que remediar. Nós temos um período chuvoso que será mais intenso esse ano, de acordo com os estudos meteorológicos, e vamos nos precaver para dá uma resposta mais ágil as necessidades que surgem nesse período”, frisou a prefeita Rosalba Ciarlini.

Além dos telefones 199, 153 e 156, esse ano a população poderá se comunicar com a Defesa Civil Municipal através de um aplicativo que deverá entrar em funcionamento nos próximos dias. “Pelo celular, o cidadão poderá enviar foto da situação e a localização por satélite do local onde está acontecendo alguma ocorrência que envolva a Defesa Civil, como pontos de alagamentos, desabamentos e outras situações”, explicou Sócrates Vieira Junior, secretário municipal de Segurança Pública, Defesa Civil, Mobilidade Urbana e Trânsito.

Além dessa inovação, o coordenador da Defesa Civil Municipal, sargento Osnildo Morais, destaca que o plantão de chuvas em Mossoró segue o modelo da defesa civil nacional. “Para isso nossa equipe participou de treinamento. Mesmo que nossa expectativa para esse período chuvoso seja de normalidade, estaremos preparados para qualquer eventualidade. Para o momento, estamos apenas organizando o grupo de prontidão”, concluiu Morais.