15 de abril de 2019

Corregedoria Geral do MPRN divulga relatório de atividades do biênio 2017-2019


A Corregedoria Geral do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) editou o relatório do órgão, referente ao balanço de suas atividades no período de 2017 a 2019. O documento foi disponibilizado pelo Whatsapp institucional do MPRN diretamente aos membros e servidores da Instituição e também disponibilizado eletronicamente para a população.
O procurador de Justiça Anisio Marinho Neto ficou à frente do órgão desde a saída do corregedor geral anterior, Paulo Roberto Dantas de Souza Leão, por motivo de aposentadoria. “Inicialmente fui eleito pelo Colégio de Procuradores de Justiça para complementação do mandato que pertencia ao doutor Paulo Leão, entre 2016 e 2017, e em seguida fui reconduzido pelo colegiado para o biênio 2017-2019”, explicou Anísio Marinho. “Nossa análise sobre esse último biênio é de que nós conseguimos cumprir o que pretendíamos fazer. Considero que a missão foi cumprida”, destacou.
Nos últimos dois anos, a Corregedoria Geral do MPRN realizou as primeiras audiências públicas nas comarcas de Pau dos Ferros, Caicó, João Câmara e Nova Cruz. Além disso, houve um forte investimento na implementação e utilização de ferramentas tecnológicas. Digitalização de pastas funcionais, realização de audiências por videoconferência e inspeções virtuais contribuíram para que o órgão atingisse uma maior abrangência nas atuações Rio Grande do Norte.
De acordo com o corregedor geral do MPRN, também houve um crescimento no corpo funcional do órgão. Novos servidores e estagiários de graduação e pós-graduação, mas principalmente o aumento do número de Promotores Corregedores permitiu que se implementassem duas equipes para correição nas comarcas do RN. De acordo com Anísio Marinho, “antes a Corregedoria atuava com uma equipe, agora conseguimos dividir nossa atuação em duas. Uma chefiada pelo Corregedor-Geral, com apoio de dois Promotores de Justiça, e a segunda chefiada pelo corregedor geral adjunto, com apoio de outros dois membros”.
A Corregedoria Geral do MPRN será chefiada pela procuradora de Justiça Carla Campos Amico. Ela foi eleita em sessão extraordinária nesta quinta-feira (11) do Colégio de Procuradores de Justiça, para um mandato de dois anos (2019 a 2021). A posse ocorrerá no dia 22 de abril.
Para acessar o relatório de atividades da Corregedoria Geral do MPRN do último biênio, clique aqui.