26 de junho de 2018

Câmara de Natal vai intermediar auxílio ao Centro Especializado de Reabilitação


As comissões de Saúde e de Defesa da Pessoa com Deficiência e Mobilidade Reduzida, da Câmara Municipal de Natal, realizaram nesta segunda-feira (25), uma visita ao Centro Especializado de Reabilitação (CER) e constataram as dificuldades de falta de insumos e, principalmente, de recursos humanos. diante dos problemas encontrados, os parlamentares se comprometeram em, institucionalmente, intermediarem auxílios que garantam melhorias no atendimento oferecido pela instituição.

O CER é um serviço de qualidade assistencial em reabilitação que atendem pessoas com deficiência física, visual, auditiva e intelectual, conforme o número de modalidades habilitadas. Em Natal, ele atende mensalmente cerca de 7 mil crianças e 700 adultos em diversas especialidades como otorrinolaringologia, oftalmologia, geneticista, endocrinologia, ortopedia, neuropediatra, pediatra, nutrição, psicologia e serviços dentários. A administração da unidade é de responsabilidade do Estado.

O presidente da Comissão de Saúde, Fernando Lucena (PT), se mostrou preocupado com a falta de recursos humanos. Ele defendeu que a Câmara, mesmo reconhecendo que administração é estadual, defenda institucionalmente o Centro na captação de recursos porque ele atende uma grande demanda de crianças e adultos que residem na cidade.

“Lá tem uma fila de espera de 900 crianças, próteses que não estão sendo feitas, falta pessoal, enfim, a situação está um caos. Não tem um diretor para falar com a gente. Nossa ideia é fazer uma audiência pública para convocar os secretários da Região Metropolitana para sabermos como encaminhar. Nós vamos fazer essa audiência no segundo semestre para ver o que melhora”, adiantou.

A Comissão foi recebida pela chefe do Setor de Reabilitação, Patrícia de Reno, que prestou todos os esclarecimentos acerta dos problemas enfrentados pelo Centro e que ainda acompanhou a visita. Ela parabenizou a Câmara pela iniciativa e está esperançosa com o problema da falta de pessoal.

“Todas as gestões municipal, estadual ou federal só podem fazer algo se conhecerem o funcionamento de dentro da instituição. A gente tem um déficit de profissionais nas áreas técnicas. Temos problemas com materiais, medicamentos, mas o principal é a falta de recursos humanos. Isso é o que mais implica no atraso do nosso trabalho. Material a gente nunca teve por completo, mas a gente sempre teve profissionais que passaram por essas adversidades e que conseguiram garantir os atendimentos. Todos devem estar juntos nessa luta e eu parabenizo os vereadores”, disse.

A vereadora Júlia Arruda (PDT), presidente da Comissão em Defesa da Pessoa com Deficiência, destacou a importância dos serviços prestados no Centro para as crianças natalenses. Ela criticou a falta de prioridade dos governos para melhorar a qualidade dos serviços oferecidos.

“Esse serviço é extremamente importante e, por mais que não seja de responsabilidade de Natal, ele está dentro da cidade. Então nada mais acertado do que conhecer essa estrutura. Vamos tentar intermediar algumas demandas, juntamente com a Assembleia Legislativa e Secretaria de Estado de Saúde Pública, a Sesap, para incrementarmos o orçamento, propor emendas e também enquanto Comissão, podermos melhorar o atendimento à população. Infelizmente a gente está dentro de um contexto em que os equipamentos de saúde passam por dificuldades. O CER passa por dificuldades e tem que ser encarado como prioridade”, alertou.

Também participaram da visita às instalações do Centro Especializado de Reabilitação, os vereadores Nina Souza (PDT), vice-presidente da Comissão de Pessoa com Deficiência, e Preto Aquino (PATRI), integrante da Comissão de Saúde.