centenário-Manoel-Torres-1
18 de fevereiro de 2018

Câmara de Caicó realiza sessão solene em homenagem ao Centenário de Manoel Torres de Araújo


A Câmara de Vereadores de Caicó realizou no sábado (17), sessão solene em homenagem ao Centenário de Manoel Torres de Araújo, umas das maiores reservas morais da política do município. Políticos, amigos, familiares e ex-funcionários de seu Manoel prestigiaram a solenidade que foi marcada por diversas homenagens póstumas como a dos senadores Garibaldi Alves Filho e José Agripino que externaram o seu respeito pelo político que erguia uma das maiores bandeiras do Rio Grande do Norte – a bandeira branca. Peemedebista forte, seu Manoel carregava consigo o lema da honestidade, humildade e transparência; qualidades ao qual o fazia sempre andar de cabeça erguida.

O centenário de Manoel Torres foi proposto pelo vereador Lobão Filho. Já a sessão solene, pela vereadora Ivonete Dantas que obteve por todos os pares da Casa, apoio unânime para a realização do momento festivo.

Para o presidente da Câmara Odair Diniz a homenagem a seu Manoel foi mais que justa, pois ele foi um dos maiores colaboradores para o crescimento da nossa cidade. “Após seis anos da sua partida, o desejo é que os políticos se espelhem nos ensinamentos deixados por ele que foi sempre alicerçado na transparência, e zelo pelo dinheiro público”, acrescentou Odair.

Participaram ainda da solenidade o ex-prefeito Roberto Germano, os prefeitos Robson Araújo (Caicó) e Polion Maia (São Fernando), o vice-prefeito de Natal Álvaro Dias e o seu filho Adjuto, além de outras autoridades.

Quem foi seu Manoel

Manoel Torres nasceu em 15 de fevereiro de 1918, no sítio Clemente, município de Timbaúba dos Batistas, quando o sítio ainda pertencia ao território de Caicó. Era filho do casal Paulino Batista Pereira Torres e Maria Marcolina de Oliveira Torres. Casou-se com Dona Oscarina, com quem esteve casado há mais de 50 anos, construindo família de 06 filhos, 13 netos e 18 bisnetos.

Sua trajetória empresarial foi marcada por um comércio de automóveis e peças, a Santorres Comércio S/A, e por ter sido fundador da Algadoeira Seridó Comércio e Indústria S/A – ALSECOSA, sendo uma das maiores empresas do mercado do algodão.

Na sua vida pública, Manoel Torres participou da Cruzada da Esperança em 1960, apoiando Aluízio Alves e Monsenhor Walfredo Gurgel. Manoel Torres exerceu quatro mandatos como deputado estadual e dois como prefeito de Caicó. É uma personalidade sempre lembrada pelos exemplos de honestidade e compromisso em sua atuação na trajetória política.