AMB realiza pesquisa de magistrados com filhos especiais
01 de outubro de 2018

AMB realiza pesquisa de magistrados com filhos especiais


A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) criou, em 18 de agosto, a Diretora de Política Institucional e de Apoio para Magistrados com Filhos Especiais. Trata-se de uma ação que vai ao encontro das necessidades de uma parcela da Magistratura que enfrenta dificuldades funcionais, em virtude da falta de uma política institucional que os atenda nas suas excepcionalidades familiares.

Ter um filho especial é uma benção e também uma missão. Por isso, é necessário um debate profundo e a discussão de pautas para que medidas efetivas sejam implementadas para que os magistrados com filhos especiais recebam o devido tratamento do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e da administração dos tribunais.

O nosso primeiro passo será a realização de censo de magistrados com filhos especiais, bem como de um levantamento de informações da situação nos estados.

A diretoria será dirigida pela presidente da Associação dos Magistrados da Bahia (Amab), juíza Elbia Araújo, e pelo presidente da Associação do Espírito Santo (Amages), juiz Ezequiel Turibio. Disponibilizamos, ainda, o e-mail dpi@amb.com.br, para mais informações ou caso prefiram responder à pesquisa até o dia 7 de outubro. É importante informar seu nome, cidade, estado, e-mail, telefone, nome e idade do (a) filho (a) especial, e, também, a deficiência ou transtorno.

Para isso, contamos com o apoio e a colaboração de todos nesta importante jornada.

Participe do censo aqui.